TRÊS COISAS QUE DESVIAM A IGREJA DA PRESENÇA DE DEUS

Pr. Pedro S. Neto

 

Texto: Ap. 3:15,16

 

Vamos ver três coisas que, entre outras, fazem com que a igreja se afaste dos caminhos do Senhor.

 

1) PESSOAS: A primeira coisa chama-se Pessoas . É obrigação da igreja evangelizar e chamar as pessoas para a salvação de nosso Deus. Mas quando a igreja começa a "refinar" a Palavra de Deus para não assustar essas pessoas que estão chegando, aí começa o desvio de Deus.

 

. Jesus pregou uma Palavra que dividiu até os próprios discípulos. Jo. 6.67. Ele não receou perder a freqüência de seus discípulos em suas ministrações. Ele queria uma verdadeira aceitação da Verdade.

. O verdadeiro evangelho não é popular. Nunca foi e nunca será. Muitos pregadores rebaixaram suas pregações para atrair um número maior de público.

. Os grandes públicos não estão acostumados com a alegria gerada pelo Espírito Santo. Muito menos com os "aleluias" expressados por aqueles que têm a alegria do Espírito de Deus.

. A igreja não está percebendo como tem perdido o poder de Deus para não "ferir as pessoas".

 

2) DINHEIRO: O segundo problema é o dinheiro. "Não podemos ser tão duros em nossa pregação ou perderemos alguém".

 

Já não pregam mais falando abertamente o que é o pecado, antes o pecado é mencionado de forma branda.

Mas o que precisamos é a menção do que o Senhor chama pecado:

- Você que namora escondido porque os pais não concordam com seu namoro, e depois aparece grávida para obrigar o casamento. Isso é pecado.

- Ficar grávida debaixo do teto dos pais é pecado. O Senhor condenou isso um dia e continua condenando hoje.

- Homens que ficam com a esposa no período separado da mulher comete pecado de morte.

- O senhor condena o mexeriqueiro.

- Um homem se deitar com outro como se fosse mulher é pecado de morte. Ambos morrerão. Lev. 20:13.

- E hoje igrejas querem aceitar homossexuais como ministros no altar do Senhor. Pra trás, Satanás!!!

O evangelho de Jesus ofende as pessoas porque não concorda com o pecado.

 

3) EDUCAÇÃO: O terceiro problema é a educação. O povo desvia-se quando os pregadores deixam de pregar o verdadeiro evangelho para pregar o "evangelho social" promovido pelos discípulos de Satanás.

A dedicação deu lugar à educação. Homens que não foram nascidos de Deus começaram a ser ordenados ministros de Deus. Isso é uma destruição para a igreja.

Há igrejas hoje dirigidas por verdadeiros lobos, que nunca tiveram uma experiência de novo nascimento, nem provaram o poder de Deus. Esses lobos um dia encontrarão o juízo de Deus. Hipócritas...

Um grande mal que acontece hoje, também, é que muitas pessoas com um verdadeiro chamado de Deus para o ministério são impedidas de assumir o púlpito porque escolaridade secular necessária. As escolas só aceitam com determinado grau de estudos. Desta forma, muitos que verdadeiramente têm uma experiência com o Espírito de Deus, um verdadeiro novo nascimento, são impedidos de estar à frente do povo. Não estou defendendo ignorância, mas a verdade bíblica não é como os homens querem hoje. Pedro e João não passariam nem na porta de muitas escolas hoje.

- Onde estão os que foram levantados pelo Senhor para serem pastores? Quem os aceita?

- O diabo ri quando são formados pregadores que não crêem em Deus. Têm estudos, mas são incrédulos, são profissionais de púlpito...

- O diabo tem uma estratégia: se ele não pode acabar com o povo de Deus frontalmente, ele infiltra elementos que são seus instrumentos no meio do povo de Deus para minar a fé em Deus. Cuidado igreja, com "os lobos vestidos de ovelhas, que vêm até vós vestidos de ovelhas mas por dentro são lobos devoradores".

- Desta forma, muitos tem se tornado verdadeiros profissionais de púlpito. Esses têm tirado a experiência do pentecostes do povo e substituído por celebrações frias e formais, ausentes do poder de Deus. É por isso que hoje a igreja tem se tornado fria e formal.

- Os sermãos pré-fabricados não têm poder de Deus para fazer o povo chorar e arrepender-se. Hoje, o que precisamos é de arrependimento. As pessoas não estão tendo visão do inferno nem do céu. Não têm temor.

Mas graças a Deus que existem muitos que são verdadeiramente pastores ungidos com o óleo do Espírito e que pregam o verdadeiro evangelho do nosso Senhor Jesus. Que o Senhor abençõe cada dia mais esses pastores ungidos e consagrados que não têm medo de pregar a verdade e nem a moldam ao gosto popular.

Que o Senhor nos leve de volta ao Pentecostes e à Sua Palavra.

 pastorpedro@terra.com.br