O CHAMADO DE DEUS PARA A LIDERANÇA

Pr. Pedro S Neto

17/01/2002

   I – Introdução

 

            Deus nos chama primeiramente para Ele. Seu chamado é para nos colocar onde devemos estar. Nosso lugar é nele. Ele chamou os seus discípulos para estarem com Ele primeiro. Depois, para pregar. (Marcos 3:13, 14).

  II – O Chamado de Deus

              Jesus subiu ao monte e chamou seus discípulos para estarem com ele. Seu desejo é que sejamos dele antes de fazermos qualquer coisa. Os 12 foram chamados para estar com ele.

            Quando vamos a ele, somos primeiramente capacitados, depois somos enviados.

            Ele nos chama para termos vida abundante. Sem isso, não estamos qualificados para a obra. (João 10:10). O Seu chamado é para a Vida Abundante.

            Quando temos vida abundante as pessoas nos chamam para lidera-las. Hoje as pessoas querem liderar pelos títulos. Mas carne e sangue não herdarão a vida eterna. (João 1:13 e 3:6). Os que estão apenas no conhecimento da carne não podem entender as coisas do Espírito de Deus. (I Coríntios 2: 14). Por isso, aqueles que contam apenas com seus títulos não conseguirão guiar o povo de Deus na verdade, pois a verdade, que é o próprio Senhor (João 14: 6), é Espírito e Vida (João 6: 63).

 

III – A Unção de Deus

              Davi tinha uma unção que podia vencer o gigante. Ele tinha o coração segundo o coração de Deus. Temos de ser pessoas de fé, sabedoria e poder. Como podemos obter isso. A educação não pode fazer de você um líder eficiente. Então, precisamos ir até Ele, gastar tempo com Ele. Os líderes de hoje não têm tempo para ficar com Deus.

            Temos de nos render ao Senhor, ao seu poder. Ele disse: “O Espírito do Senhor está sobre mim”. (Isaias 61: 1). Ele se esvaziou a si mesmo, por isso foi ungido.

            O que estamos fazendo, correndo “por” Deus ou correndo “para” Deus? Infelizmente hoje estamos com a agenda cheia de compromissos. Só não há tempo para Jesus e para a família. Corremos “por” Jesus e não “para” Jesus.

 

IV – Liderar É Representar Deus

 

            O líder é um representante de Deus. Por isso, temos de tomar muito cuidado em como andamos. Está escrito que “o Espírito de Deus pairava sobre as águas” (Gênesis 1: 2). O Senhor fez duas coisas para mudar aquela situação: Ele disse: “Haja luz” (Gênesis 1: 3). Quando a luz veio as coisas tomaram forma. E o Senhor disse: “Você é a luz do mundo”. (Mateus 5: 14). A luz era a vida humana. Para solução ele criou o homem. Tudo foi criado para o homem. Depois de criar Adão ele soprou vida nele. Ele fez isso porque o homem ia ser o seu representante na terra. O primeiro homem Adão foi o primeiro líder. E então Deus os abençoou. Abençoou Adão e Eva unidos. Depois de abençoa-los, deu-lhes autoridade. Até aquele momento ninguém tinha Sua autoridade. Isso é liderança. Adão recebeu autoridade para dominar. Mas o primeiro homem pecou, então passou a autoridade que tinha para o Diabo.

 V – O Líder Tem de Ter:

 -         Responsabilidade

-         Autoridade

-         Prestação de contas

 

Adão não teve responsabilidade. Eva negligenciou a prestação de contas. Quando um líder é chamado à responsabilidade e autoridade ele tem de ter caráter. Deus dá o chamado mas não dá o caráter. Esse é o problema de liderança.

                        Caráter é um processo. Temos que ir e crescer nele. Ele disse “Aconselho que de mim compres outro provado no fogo.” (Apocalipse 3: 18). Nosso caráter é moldado no fogo de Deus.

                        Se quisermos ser líderes efetivos temos de estar sob autoridade. Jesus começou seu ministério com 30 anos. Quando estava pronto para começar, foi ao batismo. Ele foi atrás de um outro líder. Ele foi se submeter a outra autoridade. Ele foi prestar contas. Ele precisava se submeter à autoridade. Se você não se submeter à autoridade, você não pode ter autoridade.

                        Quando Davi foi lutar contra Golias, foi pedir permissão a Saul. Quando você anda debaixo de autoridade sua unção cresce.

                        Deus aprova sua vida antes de aprovar seu ministério.

                        Quando Deus disse: “A Ele ouvi”, ele o estava revestindo de autoridade.

                        Na própria vida natural podemos ver isso. Um policial só tem autoridade se estiver lotado em um batalhão. Ninguém pode prender alguém se não estiver revestido de autoridade.

                        Jesus recebeu sua autoridade através de se submeter a João Batista. A prestação de contas é muito importante.

                        Quando Deus nos chama ele nos envia para a escola de formação de caráter. Quando atravessamos esse estágio, ele nos dá responsabilidade.

                        Quando José foi elevado a príncipe Deus mandou sua família a ele. Ele não podia odiá-los. Se ele os rejeitasse, ele não cresceria. Muitos homens perderam a unção porque não puderam perdoar a seus irmãos. Aqueles que lhes machucaram.

                        Quando Jesus estava lavando os pés dos discípulos, ele lavou os de Judas. O ministério não é o reflexo das pessoas que você serve, mas da pessoa que você é.

                      

VI – O Que É Importante para Nós?

                        Para a unção permanecer em nós temos de ter valores certos. O que é importante para nós, nosso nome? O que nós construímos? Ou o Senhor?

                        Se nossos valores forem errados, o Senhor não tira o nosso ministério, mas tira nossa unção.

                        Muitos líderes têm tudo, menos a unção, porque a perderam. O que é importante para você: o sucesso, a fama, é o que você faz? Não, o mais importante tem de ser o Senhor. “Porque dele e por ele e para ele são todas as coisas”.

                        É nesse ponto que Deus nos eleva à categoria de pai. Nesse momento o Senhor diz: “Eu posso confiar a você os meus filhos”. O Senhor disse a Abraão: “Vou fazer de você pai de muitas nações.” (Gênesis 17: 4, 5).

                        Então, agora estamos no nível dos relacionamentos. O importante não é o sucesso, fama, ou o que construímos, mas sim de quantos podemos cuidar.

                        O nível mais elevado da liderança é quando o líder segura na mão de Deus e na das gerações. (Atos 13: 36). O propósito de Deus para a nossa vida é provocarmos impacto em nossa geração.

VII – CONCLUSÃO

                        Temos de estar dispostos a ter somente duas coisas: o propósito de Deus e servir à nossa geração.

 

Pr. Pedro Soares Neto

pastorpedro@terra.com.br