BATISMOS BÍBLICOS

Pr. Pedro S Neto

I - INTRODUÇÃO

            A Palavra de Deus nos mostra que há 3 tipos de batismos:

            a) Batismo nas águas

            b) Batismo no Espírito Santo

            c) Batismo com fogo

            Mateus 3: 11;  Atos 2: 38.

            Em Hebreus 6: 2, o autor fala sobre o ensino de batismos, como se tratando de princípios elementares dos oráculos de Deus.

II - BATISMO NAS ÁGUAS

            Está escrito em Marcos 16: 16: “quem crer e for batizado será salvo...”

            Porque o batismo nas águas é tão importante? Pessoalmente creio que é por ser o símbolo de um dos propósitos da igreja: a comunhão e identificação com o corpo de Cristo.

            Como crentes, somos chamados para participar e não apenas para acreditar. Não fomos feitos para viver como cavaleiros solitários; ao contrário, somos feitos para pertencer à família de Deus e ser membros de seu corpo. Portanto, o batismo não é somente um símbolo de salvação, mas também de comunhão. Não significa somente uma vida em Jesus, é a visualização da integração de uma pessoa dentro do corpo de cristo. Quando um novo crente é batizado, a igreja pode dizer: (Ef. 2: 19) “Assim já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus”. A igreja existe para proporcionar comunhão aos crentes.

            O batismo nas águas é também um símbolo da justificação. Quando passamos pelas águas nossos pecados daquele momento para trás são cancelados.  (Atos 2: 38).

III - BATISMO NO ESPÍRITO SANTO (Mateus 3: 10)

            O batismo no Espírito Santo é para revestimento de Poder. Quando o recebemos, vem sobre nós a unção de Deus para sermos Suas testemunhas. (Atos 1: 8) E isso, é muito mais significativo do que imaginamos, pois a palavra aqui traduzida por “testemunha”, no original é “martúria”, que significa “mártir”. Sim, o batismo no Espírito Santo nos dá o revestimento de Poder do alto para irmos até a morte pelo Nome de Jesus. Um exemplo é Estêvão, que, cheio do Espírito Santo, foi o primeiro mártir (testemunha), conforme Atos 22: 20.

            Após a ascensão de Jesus, os discípulos estavam tímidos, orando no cenáculo, à espera do revestimento do Espírito Santo.  (Atos 1: 13). Tão logo foram batizados no Espírito Santo, saíram para o meio do povo, falando e profetizando as grandezas de Deus. (Atos 2: 1-13).

            Sim, necessitamos ser revestidos de Poder do alto para falarmos com intrepidez das grandezas de Deus entre os homens.

            Houve um dia em que os religiosos ameaçaram os discípulos por estarem falando acerca do Nome de Jesus. Então eles oraram ao Senhor apresentando a Ele as ameaças sofridas e o Senhor respondeu com um tremor de terra no local onde estavam reunidos e todos ficaram cheios do Espírito Santo e saíram para falar com ousadia a respeito de Jesus para o povo. (Atos 4: 29-31).

IV - BATISMO COM FOGO

            Mateus 3: 11

            Esse batismo é a capacitação para passar por provações extremas por amor ao Senhor. Houve um dia em que alguns discípulos pediram a Jesus para se assentarem à Sua direita nos céus. Jesus lhes disse que isso é para aqueles aos quais está preparado. Então ele lhes pergunta: vocês podem receber o batismo com o qual sou batizado? Eles disseram que sim. Então, Jesus disse-lhes que eles o receberiam. E eles passaram pela provação extrema quando Herodes matou um deles, Tiago, ao fio da espada para agradar aos judeus. (Mateus 20: 22,23 e Atos 12: 1, 2).

            O batismo de fogo dá resistência para resistirmos ao pecado até a morte (Hebreus 12: 4).

V - CONCLUSÃO

            Batismo nas águas: justificação e comunhão com o corpo do Senhor, sua igreja.

            Batismo no Espírito Santo: revestimento de poder para testemunhar e viver o evangelho.

           Batismo com fogo: capacitação para passar por grandes provas sem esmorecer.

 

Pastor Pedro Soares Neto

pastorpedro@terra.com.br